quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Ex governador de Goiás, Marconi Perillo é preso


O ex-governador de Goiás Marconi Perillo (PSDB) teve expedida a ordem de prisão nesta quarta-feira (10), pela Operação Cash Delivery. Perillo foi candidato ao Senado de Goiás nestas eleições e não foi eleito no último domingo (7). Ele não teve a ordem de prisão determinada antes em decorrência das Lei Eleitoral que impede que candidatos sejam presos. 

Perillo é suspeito de receber R$ 12 milhões de propina da empreiteira Odebrecht, em um desdobramento das investigações da operação Lava Jato, informou o Ministério Público Federal. Em nota, a defesa de Perillo se diz "perplexa" com a prisão. "O Tribunal Regional da Primeira Região ja concedeu 2 liminares para determinar a liberdade de duas outras pessoas presas nessa mesma operação, através de decisões de 2 ilustres Desembargadores.

O novo decreto de prisão é praticamente um “copia e cola” de outra decisão de prisão já revogada por determinação do TRF 1", diz. "Não há absolutamente nenhum fato novo que justifique o decreto do ex-governador Marconi Perillo, principalmente pelas mencionadas decisões anteriores que já afastaram a necessidade de prisão neste momento", completa o texto.

5 comentários:

  1. TEM QUE TOMAR O DINHEIRO QUE SOLTA ESSA QUADRILHA ROUBARAM AI SIM SO PRENDER E O TAL BAM BAN BAN SOLTA E V

    ResponderExcluir
  2. JILMAR MENDES VAI SOLTAR RAPIDINHO , AÍ É CORRUPTO DAS ANTIGAS .......

    ResponderExcluir
  3. amanhã o stf solta ele. e fica por isso mesmo ainda mais que é da quadrilha do psdb a qual pertence o sérgio moro.

    ResponderExcluir
  4. O TRF OS DESEMBARGADORES QUEREM IMPEDIR O TRABALHO DA POLICIA FEDERAL?A PROPIA JUSTIÇA TRF QUE JULGA E DESEMBDOES QUEM VAI PRESO OU NAO PRA QUER TEM POLICIA?PALHAÇADA POR ISSO VOTO 17.PAIS TA UMA BAGUNÇA.

    ResponderExcluir
  5. não votem no 17, pois vai instalar a ditadura militar no país, adeus democracia, é isso que vç deseja pra seus parente e filhos ??

    ResponderExcluir