terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Chuvas provocam mortes e deixam dezenas de desabrigados no sul da Bahia

Em Coaraci, três jovens morreram após o carro em quem eles estavam ser arrastado pela enxurrada. Em Itabuna, o número de famílias desabrigadas já chega a 60, segundo a Defesa Civil
As fortes chuvas que têm caído na região nos últimos dias provocaram muita destruição em vários municípios do sul da Bahia, entre os quais Itabuna, Ilhéus e Coaraci, onde três pessoas morreram na noite de ontem (03). 

Os corpos foram encontrados na manhã desta terça-feira (04). Uma das vítimas foi Roniele Silva dos Santos, de 26 anos, que morava no distrito de Itamotinga, em Coaraci. Os amigos dele foram identificados até o momento como Van de Severino e Mirréis. 
Um quarto rapaz, conhecido como Sinho, conseguiu escapar e sofreu apenas ferimentos leves. Os jovens estavam seguiam de carro com destino à fazenda Mundão para transportar outra pessoa que os aguardava, quando o veículo foi arrastado pela enxurrada.  

Itabuna
Em Itabuna, a situação também é crítica. Segundo a Defesa Civil, até o fechamento dessa matéria, as chuvas já haviam deixado 60 famílias desabrigadas.

O coordenador da Defesa Civil, Yuri Bandeira, informou essas famílias serão levadas para o colégio Imeam (Instituto Municipal de Educação Aziz Maron). 

Deslizamentos de terras, alagamentos e muitos prejuízos foram registrados em inúmeros pontos da cidade. Flagrantes feitos por internautas mostram como ficaram locais como os Condomínios Jubiabá e Gabriela, no bairro Nova Ferradas, que se transformaram em verdadeiros piscinões. “Os moradores do Jubiabá, por exemplo, estão ilhados e só poderão sair depois que a água baixar", observou Yuri.

Na Rua de Palha, casas foram invadidas pelas águas, causando muitos transtornos. Na região da Bananeira muitas residências também foram alagadas durante a madrugada. Em vários bairros há riscos de desmoronamentos, como o Parque Boa Vista e Maria Pinheiro.  

De acordo com Yuri Bandeira, existem, ao todo, 47 pontos de riscos de alagamentos. E o centro da cidade também não escapou. Diversas lojas da Avenida Cinquentenário foram atingidas pelo temporal ontem à noite, obrigando comerciantes e funcionários a se mobilizarem para retirar a água com rodos e vassouras. 

Um comerciante explicou que sempre que chove acontece isso por causa do entupimento de bueiros. “A água não tem para onde escoar e acaba invadindo a avenida e, consequentemente, os estabelecimentos”, disse. 

A Defesa Civil segue em estado de alerta. Entre a noite de ontem e a manhã desta terça-feira (04), o órgão recebeu mais de 60 chamados. “Hoje, a situação está mais tranquila, a água já começou a baixar”, informou Bandeira. E completou: “Já nos bairros Monte Cristo e Califórnia, casas ficaram comprometidas deixando algumas famílias desabrigadas”. 

Nos bairros Sinval Palmeira e Urbis IV, ainda na noite de ontem, a equipe trabalhou firme para desobstruir o canal que havia transbordado e alagado cerca de 20 residências.
Outras comunidades que apresentam pontos de risco receberão a visita da Defesa Civil durante todo o dia, a exemplo do Daniel Gomes e Maria Pinheiro. 

Segundo a Climatempo, a previsão é de que o dia continue chuvoso em Itabuna, com 90% de chance de chuva e volume de água que chega a 30mm.
Ilhéus
Já em Ilhéus, até o início da tarde desta terça, 14 famílias ficaram desabrigadas e o número pode ficar ainda maior, de acordo com Jondre Nere, coordenador da Defesa Civil daquela cidade. “Está chovendo muito nas cabeceiras e tem previsão de chuva até a sexta-feira (7). 

Os desabrigados foram alojados em escolas públicas e abrigos. Bairros como o Teotônio Vilela ficaram completamente alagados na noite de ontem.

2 comentários:

  1. O ABANDONA POR PARTE DA PREFEITURA EM LIMPAR O RIO CACHOEIRA E A CIDADE ESTÁ CUSTANDO CARO AOS MORADORES, QUE TRAGÉDIA ANUNCIADA ! QUE DEUS GUARDE AOS ITABUNENSES.

    ResponderExcluir
  2. Quanto aos da Bananeira, não tenho pena não, já foram dadas casas para eles várias vezes e os mesmos as vendem.

    ResponderExcluir