segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Prazo final de implementação das placas do Mercosul é prorrogado na Bahia


O processo de adoção de placas do Mercosul para os veículos brasileiros começou em setembro em alguns estados do país. Na Bahia, a medida entraria em vigor nesta segunda-feira (3), mas foi prorrogada para o dia 17 de dezembro. O Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA) pediu prorrogação do prazo ao Conselho Nacional de Trânsito (Contran) por causas no número baixo de empresas fabricantes e estampadoras de placas, que se cadastraram no Denatran para oferecer o serviço no estado.

Segundo o Detran-BA, é preciso que pelo menos 60 empresas se cadastrem para o novo emplacamento. No entanto, somente 32 empresas estão cadastradas para prestar o serviço. A nova placa será obrigatória para os veículos zero quilômetro e nos casos de transferência de propriedade, de jurisdição e de município e alteração de categoria do veículo. O valor médio cobrado pelas placas atuais no estado é de R$ 195. Conforme o Detran-BA, a previsão é de que o preço não sofra alteração. No entanto, o Detran explica que esse valor não é regulado pelo departamento, e sim, estipulado pelas empresas que fazem e estampam as placas. A placa terá quatro letras e três números, emblema do Mercosul, bandeira do Brasil, marca d'água e código de barras bidimensional (QR-Code).

11 comentários:

  1. Larga de mentira isso é tabelado por políticos filho da puta onde encareceram as placas mais de 30 % Governo ladrão dos infernos.. Todos os dias inventa modismo pra o trabalhador se lascar!!!

    ResponderExcluir
  2. Canalhas fdp tem que morrer quem Inventou isso...


    ResponderExcluir
  3. uma simplis placa 195 reais vcs estão d brincadeira

    ResponderExcluir
  4. Mais uma para roubar o dinheiro do povo.

    ResponderExcluir
  5. uma simplis placa195 reais vcs estão d brincadeira

    ResponderExcluir
  6. O Vampiro engomado á recebeu a sua parte e está deixando a herança para o próximo governo. Mas, como o povo ignorante e covarde nunca reclama, tudo está bem, resta apenas pagar a conta. Certo?

    ResponderExcluir
  7. Bolsonaro já disse que não vai aceitar essas placas! deixa o homem assumir que isso cai no esquecimento!

    ResponderExcluir
  8. desgraçados... inventando palhaçada!!!

    ResponderExcluir
  9. 195 reais até os fabricantes das placas não entrarem em acordo e aumenterem pra 250, provavelmente terá mais algumas taxas pra pagar essas placas saíram de 400 a 500 reais no final das contas pro proprietário do veículo

    ResponderExcluir
  10. Bando de bandidos , inventando mais coisas pra o cidadão de bem se fuder...

    ResponderExcluir