segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

Bolsonaro herda 69 projetos de desestatização do governo Temer

Bolsonaro herda 69 projetos de desestatização do governo Temer
O governo de Jair Bolsonaro herdou da gestão Michel Temer 69 projetos de desestatização em andamento na esfera do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI). Diversos casos já estão em fase bastante avançada de negociação.

De acordo com o G1, entre os projetos que não saíram do papel em 2018 estão as privatizações da Eletrobras, da Casa da Moeda e da CeasaMinas. A venda da participação da Infraero nos aeroportos de Guarulhos, Brasília e Confins também segue na carteira.

O número de desestatizações só deve aumentar nos próximos meses, já que a equipe econômica de Bolsonaro promete ampliar as privatizações na área de infraestrutura e a venda de estatais e subsidiárias.

O governo prevê investimentos de mais de R$ 113,6 bilhões com as medidas do PPI. Há projetos de privatização nas áreas como transportes, energia e mineração.

13 comentários:

  1. imagine se ele vai deixar de vender. inventou até a tal secretaria de privatização. povo burro!! se fuderam.

    ResponderExcluir
  2. PRESIDENTE SO TA OLHANDO PARA A AREA MILITAR OLHE TAMBEM PARA OS TRABALHADORES MARITIMOS QUE VIVEM EM CIMA DE UMA BOMBA PLATAFORMA MARITIMAS,VOCES POLITICOS DENERIAM PASSAR 14 DIAS EMBARCADOS NUMAS PLATAFORMA MARITIMA EM CONFINAMENTO MARITIMO.PRESIDENTE PRECISA OLHAR MAIS PARA ESSES PROFISSIONAIS.

    ResponderExcluir
  3. É sério que vcs não colocarão uma matéria sequer sobre o filho ladrão dele?

    ResponderExcluir
  4. Esse idiota vai barra uma ruma de coisa,ele mesmo já tinha dito ser contra a venda da eletrobras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então tava tudo ótimo quando o PT tava no poder né seu filho da Puta.

      Excluir
  5. Mas, ora vejam! Um bando de energúmenos petralhas, eleitores de Lulaladrao, Dilmanta, os ladroes domésticos, Galêgo, Ruim Bosta e Geraldo Vassoura de Bruxa, estão metidos a entenderem de privatizações! Pelo que se saiba, os petralhas entendem, aliás, são experts em saques contra o erário público, aí faz sentido reclamarem contra as privatizaçoes, pois, quanto mais empresas públicas melhor.

    ResponderExcluir
  6. e so 4 anos presidentes burros so passa 4 anos porque comecaram tirando os direitos do trabalhadores,eles tem que comecar pro eles.eles politicos tem saude tem bons salarios,o trabalhadores com 50 anos vai viver mais 20 anos trabalhando para dar boa vida a eles politicos,nao se elege mais e igual a o expresidentee so 4 anos.

    ResponderExcluir
  7. de que forma uma desgraça dessa pode ser alguma coisa. porque presidente mesmo eleito, só pro circo.

    ResponderExcluir
  8. Eu quero um emprego de assessor NO GABINETE do SENADOR FLÁVIO.

    ResponderExcluir
  9. TEM BQUE VENDER TUDO. ESSA RUMA DE BANDIDOS GANHANDO SEM TRABALHAR. PRIVATIZAÇÃO JÁ!

    ResponderExcluir
  10. ESSE GOVERNO FASCISTA, MENTIROSOS QUE SE INTITULARAM ACIMA DA CORRUPÇÃO, TÁ DERRETENDO VIU, A MASCARA COMEÇOU A CAIR, TÁ FILHO DELE ENVOLVIDO ATÉ O PESCOÇO. AGORA EU QUERO VER ESSES SEM NOÇÃO FALAR ALGUMA COISA, E É DAÍ PRA PIOR.

    ResponderExcluir
  11. Vamos colocar na pauta a ALERJ, seus deputados, assessores, e o SENADOR FLAVINHO.......................................

    ResponderExcluir
  12. Povo burro.
    Antigamente telefone era artigo de luxo depois de uma privatização as meninas do chip da claro,da Tim,da Vivo e da Oi estao aí empregadas.

    ResponderExcluir