segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Suspeito de homicídio em São João do Paraíso é morto em confronto com a polícia

Neste domingo (06), o principal suspeito do assassinato de Hildebrando Romualdo dos Santos, o “Nego Wil”, Ítalo Santos de Souza, conhecido com “Shaolin”, de 23 anos, foi morto em confronto com a polícia, na chamada Ruinha, um vilarejo localizado em São João do Paraíso, distrito de Mascote, no sul da Bahia. Shaolin era considerado bandido de alta periculosidade. Ele comandava  tráfico de drogas no local. 

De acordo com informações policiais, após a troca de tiros com guarnições da Polícia Militar de Mascote e Santa Luzia, Shaolin foi alvejado. Os policiais prestaram socorro ao baleado e o levaram até a Fundação Hospitalar em Camacan, mas Shaolin não resistiu aos ferimentos. Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica (DPT) removeu o corpo do bandido para necropsia. Uma motocicleta Honda Bros, placa JRA-6636, e um revólver de calibre .32 com três munições deflagradas e três intactas foram apreendidos na ação policial. 

7 comentários:

  1. Porque o verdinho não noticiou que o homem espancado no presídio era irmão de Fábio Possidonio o Binho Possidonio, deu notícia de detentos de Eunapolis e não deu o daqui, por qual motivo, porque o medo, faria uma matéria massa sobre o ocorrido, agora a moda é esconder notícias é. O corpo do detento deu entrada aí no DPt e vocês não noticiaram. Acorda equipe do blog. Solta essa informação para a população. Os blogs se calaram sobre este ocorrido porque? Que medo é este.

    ResponderExcluir
  2. Josimar era detento da Delegacia de Ubatã (Foto: Ubatã Notícias)

    O detento da Delegacia Territorial de Ubatã – Josimar Passos Possidônio – foi a óbito na última segunda-feira (31), no Hospital de Base, em Itabuna, em virtude de complicações decorrentes de problemas cardíacos. Segundo informações da Polícia Civil, Josimar é natural de Ibirapitanga e estava preso há dois meses por tráfico de drogas. Na época da prisão, ainda de acordo com a Polícia Civil, o detento omitiu a informação que era cardíaco. Na última semana do ano sentiu-se mal e foi levado algumas vezes para o Hospital César Monteiro Pirajá, em Ubatã. No último encaminhamento, no dia 31, o detento foi transferido com escolta para Itabuna, onde não resistiu e morreu horas depois. A Polícia Civil só conseguiu localizar os familiares nesta quarta-feira (02). Não há informações sobre velório e sepultamento. Josimar era um dos 47 internos da Delegacia Territorial de Ubatã. (Ubatã Notícias)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu pela informação, ninguém dava inforinformações de nada.

      Excluir
    2. Valeu pela informação, ninguém dava inforinformações de nada.

      Excluir
  3. Uhuuuuuu Dasilva voltou

    ResponderExcluir
  4. Dasilva voltou mas as bocas de fumo do outro lado da pista tá a todo vapor e dasilva nada faz porque será em o tráfico do outro lado da pista envolve uma família toda de homens meninos e mulheres

    ResponderExcluir