terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

Adolescente de 15 anos é morta após negar sexo; suspeito confessa

Um jovem de 19 anos foi preso depois de confessar que matou uma adolescente de 15 estrangulada, após a vítima se recusar a ter relações sexuais com ele. O caso ocorreu na cidade de Vereda, no extremo sul da Bahia. Segundo a família da vítima, a garota e o suspeito se conheceram pela internet. As buscas por Vivia começaram no domingo, quando o irmão dela informou à polícia sobre o desaparecimento da adolescente.

Familiares e amigos chegaram a fazer campanhas nas redes sociais para tentar alguma informação sobre a localização da menina. Após o registro do desaparecimento, as Polícia Militar e Civil fizeram rondas pela cidade, na segunda-feira (04), e encontraram Daniel Max Santos de Jesus, apontado como a última pessoa a estar com a vítima. Segundo a PM, ele conversou com a garota por meio das redes sociais. Daniel tentou fugir, mas foi preso e encaminhado para a delegacia da cidade, onde confessou que matou e enterrou o corpo da adolescente na zona rural do município. Ele contou à polícia que teve um ataque de fúria após a jovem ter se recusado a ter relações sexuais com ele.
A polícia foi até o distrito da Prata, apontado pelo jovem como o local onde o corpo da vítima estava enterrado. Lá, os agentes encontraram Vivia, que estava com uma blusa amarrada no pescoço. O corpo da jovem foi levado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Teixeira de Freitas, na mesma região. Não há informações sobre o enterro da vítima. Daniel foi encaminhado para a carceragem da 8ª Delegacia de Teixeira de Freitas.

18 comentários:

  1. Isso serve de exemplo pra muitas mulheres que conheci qualquer um na Internet, não sabe da sua origem nem de onde veio aí da nisso...
    Que Deus a coloque em um bom luga...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. claro pq os homens nunca saem com mulheres desconhecidas, não é?

      Excluir
    2. MEU SENHOR OU SENHORA, O MAIOR ÍNDICE DE FEMINICÍDIO NO PAÍS DEVE-SE A COMPANHEIROS, CIDADÃOS DE BENS, SEM PASSAGEM PELA POLICIA, QUE VIVE HÁ MAIS DE 15 ANOS COM A COMPANHEIRA, QUE ACHA QUE É DONO DELA. ENTÃO NÃO VEM PARA CÁ COLOCAR CULPA NA GAROTA E VÁ TOMAR NO SEU CU!

      Excluir
  2. Porque não mataram esse desgraçado!!

    ResponderExcluir
  3. Misericórdia Isso é um exemplo pra todas as mulheres tanto novas como coroas e idosas também que ainda vivem atras de machos ai olha o que acontece a pessoa já conhecendo o outro a muitos tempos já acontece isso quanto mais pela internet Deus te bote em um lugar preferiu morrer más não deu osadia pra esse vagabundo desgraçado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ISSO NÃO SERVE DE EXEMPLO PRA NINGUÉM! A MENINA SE NEGOU A SER ESTUPRADA E AINDA LEVA A CULPA? VÁ SE LASCAR!

      Excluir
  4. IssiIsso serve de lição para os jovens nao gosta marca encontro pela internet é conhecê pessoas estranhas meus sentimentos a famíliafamília que deus coloquem ela em um bom lugar

    ResponderExcluir
  5. Vai virar boneca desgraça o inferno é o seu lugar

    ResponderExcluir
  6. mata esse bicho a facada!mata ele bem devagar pra ele sentir a vida indo embora!esse lixo!

    ResponderExcluir
  7. ESSE AI EU MATAVA E NÃO COBRAVA NADA!

    ResponderExcluir
  8. O QUE QUE ESSA MENINA TAVA FAZENDO COM CARA MAIOR DE IDADE? NAO TEM PAI E MÃE NÃO? ESSES PAPA ANJO DO CARALHO. OS DOIS TAO ERRADOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MAIS ERRADO ESTÁ VOCÊ EM JULGAR A MULHER! COMO SEMPRE TERÁ UM BABACA!

      Excluir
  9. Esse Jack tem que morrer vendo os propios testiculos arrancados

    ResponderExcluir
  10. Isto aqui não é um país, é uma república cleptocrata.

    ResponderExcluir
  11. pena de morte imediata,sem corredor da morte. direto pro paredão.

    ResponderExcluir
  12. Homens são uns monstros

    ResponderExcluir
  13. Os companheiros do dia a dia, que a gente conhece e que escolhemos para nos proteger, qualquer briga quer bater, machicar, imagina esses, homens que machuca mukher, sao uns covardes, quero ver bater em outro homem.

    ResponderExcluir