domingo, 10 de fevereiro de 2019

Concluída a identificação das vítimas do incêndio no CT do Flamengo

O Flamengo divulgou nota no meio da tarde deste domingo (10), para informar que todos os dez mortos no incêndio ocorrido no CT do clube, na madrugada de sexta-feira, foram identificados. O Instituto Médico Legal (IML) estava com dificuldades para identificar duas das vítimas. Os dois últimos jogadores identificados foram Jorge Eduardo dos Santos Pereira Dias e Samuel Thomas de Souza Rosa, ambos de 15 anos. Pela manhã, uma tia de Jorge Eduardo havia reclamado publicamente da demora na liberação do corpo do sobrinho. 

Devido à dificuldade na identificação dos corpos, havia o temor de que a identificação só pudesse ocorrer a partir de exames de DNA, o que inevitavelmente levaria dias para se obter um resultado. Agora, todos os dez jogadores mortos estão liberados para sepultamento. Alguns deles já foram enterrados, em cerimônias ocorridas no sábado e neste domingo. Os demais jogadores mortos no incêndio são Arthur Vinícius de Barros Silva, Pablo Henrique da Silva Matos, Vitor Isaías Coelho da Silva, Bernardo Augusto Manzke Pisetta, Gedson Corgosinho Beltrão dos Santos, Áthila de Souza Paixão, Christian Esmério Candido e Rykelmo de Souza Viana.

Um comentário:

  1. Barbaridade! A rede Globo está blindando o Flamengo. O seu time do coração, o qual derrama milhões por ano pra torna-lo a supremacia do futebol brasileiro. Os jornais da Globo comemtam o caso mas, com muita sutileza pra não afetar a marca Flamengo. Isso é notório. Só não ver quem não quer. Em contra partida, gasta 83 milhões em jogadores considerados Estrela Do clube pra nov a temporada. Enquanto isso, crianças e adolescentes são confinados em contêineres feito mercadoria que não tinha alvará de funcionamento e só servia pra estacionamento. Mas é bom lembrar que isso não acontece só no Flamengo. Deixo muito claro isso, porque se fizer uma fiscalização rigorosa nesses clubes brasileiros irão encontrar de igual situação. A prefeitura disse que multou várias vezes. Se não fez nada, porque foi subornada. Deveria ter interditado se fosse uma fiscalização séria. Aí, acontece uma desgraça dessas uma tragédia com esses meninos que sonhavam em ser um grande jogador de futebol. O Flamengo é 100% culpado e seus dirigentes deveriam ser presos. O Flamengo não é vítima de nada. As vítimas são os meninos e suas famílias que acreditaram no sonho e na marca Flamengo. Indemnização milionária é pouco. Prisão pra esses abutres exploradores. Não à toa, que o nome já diz: Ninho de urubu.

    ResponderExcluir